Tabela IPVA

O pagamento do IPVA varia de acordo com algumas informações do veículo e do condutor, como a placa, o ano do automóvel e o estado do motorista. A tabela IPVA é determinada pelo Detran de cada estado. Para este ano de 2021, algumas tabelas já foram divulgadas, como é o caso de São Paulo.

Placas final 1: 1ª parcela dia 07/01; 2ª parcela dia 09/02 e 3ª parcela dia 09/03.

Placas final 2: 1ª parcela dia 08/01; 2ª parcela dia 10/02 e 3ª parcela dia 10/03.

Placas final 3: 1ª parcela dia 11/01; 2ª parcela dia 11/02 e 3ª parcela dia 11/03.

Placas final 4: 1ª parcela dia 12/01; 2ª parcela dia 12/02 e 3ª parcela dia 12/03.

Placas final 5: 1ª parcela dia 13/01; 2ª parcela dia 14/02 e 3ª parcela dia 15/03.

Placas final 6: 1ª parcela dia 14/01; 2ª parcela dia 15/02 e 3ª parcela dia 16/03.

Placas final 7:  1ª parcela dia 15/01; 2ª parcela dia 22/02 e 3ª parcela dia 17/03.

Placas final 8:  1ª parcela dia 18/01; 2ª parcela dia 23/02 e 3ª parcela dia 18/03.

Placas final 9:  1ª parcela dia 19/01; 2ª parcela dia 24/02 e 3ª parcela dia 19/03.

Placas final 10:  1ª parcela dia 20/01; 2ª parcela dia 25/02 e 3ª parcela dia 22/03.

É importante ficar atento às datas, pois além do próprio valor do IPVA sofrer alteração de acordo com a data que você gerar as guias, ao pagar as parcelas em atraso, o condutor terá que arcar com juros bancários.

 

Gastos com automóveis

É muito importante, antes de adquirir um veículo, além do valor para a aquisição do bem, você tenha disponibilizado um valor para os gastos fixos e variáveis de ter um automóvel. Primeiramente, considere os valores de IPVA, DPVAT e Licenciamento, que costumam sofrer pouca alteração de um ano para o outro. O segundo passo é fazer um cálculo breve do valor da gasolina, para esta média, calcule aproximadamente a quilometragem da sua casa até o trabalho e até a escola das crianças, por exemplo, multiplique a quilometragem pelo valor do litro da gasolina, considerando a quilometragem média do carro ou moto que esteja pensando em comprar, pronto, você terá uma média de gastos com gasolina.

 

Seguro DPVAT 

Além do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) o DPVAT, Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres, também precisa ser pago todos os anos. Entretanto, de acordo com o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), no dia 29 de dezembro foi decidido que o seguro obrigatório não será cobrado no ano de 2021, pois, “o seguro obrigatório não será cobrado porque o DPVAT tem recursos em caixa suficientes para a operação no ano de 2021. Em 2020, o DPVAT passou por uma redução de 68% para carros, estabelecendo o valor em R$ 5,23, e de 86% para motos, chegando a R$ 12,30”, segundo o Info Money.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *